Slow Sex: A nova moda entre as mulheres.

slow-sex-a-nova-moda-entre-as-mulheres

Slow Sex(sexo lento,devagar), é a nova tendência entre as mulheres. Mas mesmo lento, nada diz respeito a sexo monótono ou sem graça, a intenção é retardar a ejaculação para um  ato sexual duradouro, para que cada instante seja aproveitado intensamente. Nesta forma de fazer sexo, o que realmente conta é o prazer a todo momento e não apenas no final.

Esta onda vem se tornando popular. As mulheres já estão pedindo para seus parceiros para que curtam mais e que não se preocupem somente com o desempenho.

Sexo sem pressa

O  objetivo do slow sex é justamente quebrar a rotina do sexo monótono, que por sinal é a realidade de muitos casais. A duração média do sexo varia entre 15 e 30 minutos, de acordo com um levantamento sobre a vida sexual do brasileiro. Ao aderir as práticas do slow sex, é interessante que o casal fique no mínimo 30 minutos, contando com as preliminares.

 Por onde começar o slow sex?

1- Use os cinco sentidos: Desde de um som agradável, temperatura estável e até elementos que tenham poder sensorial, como óleos aromáticos, incenso , gelo, velas e alimentos afrodisíacos.

2- Explore o corpo: No início da prática do slow sex, a penetração está proibida e a satisfação terá de chegar de outras formas.  Invista em carícias, mordidas leves e a respiração sobre a pele um do outro. Este momento é propício para descobrir prazer em lugares do seu corpo e do parceiro que talvez você nunca tenha imaginado.

 3- Seja sexy: Escolha sua lingerie favorita e faça um strip de arrepiar. Não deixe seu parceiro te tocar, deixe este momento apenas para ele apreciar com o olhar.

4- Largue a timidez: Não permita que a vergonha ou nervosismo  tome conta da situação, para que uma noite quente não acabe se tornando uma rapidinha. Se para você isso ainda é uma tarefa difícil, tente posições novas para deixar os complexos de lado. Algum tempo depois, a timidez não será mais um problema.

Entregue-se para a experiência do Slow Sex e aproveite cada momento.

 

0 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados*